Desde 1984
Geral
19 de Janeiro de 2021
Profissionais vacinadas contra a Covid relatam emoção e esperança
Sérgio Henrique BragaAcomPMJM
As primeiras pessoas a receberem a dose da vacina contra o coronavírus em João Monlevade relataram a sensação de vivenciarem o momento histórico.

Por volta das 13h30, a técnica em enfermagem, Alexandra Mendes, de 38 anos, profissional do Hospital Margarida, foi vacinada.

Ela trabalha na casa de saúde há 12 anos e faz parte da equipe da linha de frente no enfrentamento à Covid-19. Ela ficou bastante emocionada ao saber que foi escolhida para ser uma das primeiras a receber a vacina. 'Sinceramente eu comecei a chorar, porque estamos expostos e pensamos muito no risco que a nossa família corre por estarmos na linha de frente. A vacina é uma grande esperança que surge para nós e para toda população”, disse ela, que é casada e mãe de um filho.

Já por volta das 14h, a médica Andresa de Ávila, de 40 anos, foi a primeira servidora pública a ser vacinada no município. Ela recebeu o imunizante aplicado pelo próprio prefeito Laércio Ribeiro (PT), que é médico.

Andresa tem 12 anos de profissão e, há um ano, trabalha na Prefeitura de João Monlevade. Desde o início da pandemia, ela trabalha

no Centro de Referência em Covid-19. 'São dez meses que estamos trabalhando e vendo o sofrimento dos nossos pacientes e de toda a população. A vacina é um sinal de esperança diante de tudo que estamos vivenciando”, ressaltou.

As duas profissionais receberam a vacina na tarde desta terça-feira (19), acompanhadas pelo prefeito Laércio Ribeiro (PT) e pela chefe da Vigilância em Saúde (Visa), Viviane Ambrósio. Também participaram do ato, o vice-prefeito, Fabrício Lopes (Avante) e o presidente da Câmara, Gustavo Maciel (Podemos).

Outras doses

A Gerência Regional de Saúde (GRS) fará uma videoconferência na manhã desta quarta-feira (20), com as secretarias de Saúde dos municípios que compõem a regional, para definir as estratégias para continuidade da vacinação ao longo da semana. A princípio, está definido que a vacinação começa, às 13h, em todos os municípios que fazem parte da GRS.

Conforme determinado pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, o grupo com prioridade para ser vacinado é dos profissionais de saúde que atuam na linha de frente de enfrentamento à Covid-19. Em seguida, os idosos que estão em asilos e população indígena.

Conforme ja divulgado, João Monlevade recebeu 1.600 doses do imunizante, das quais 800 foram liberadas hoje (19) e foram trazidas pelo próprio prefeito Laércio no início da tarde. “Este é um marco nos esforços da administração municipal para controlar o vírus. Uma pena que não tenhamos recebido mais doses para vacinar toda a população. Esperamos que os outros lotes cheguem ao município o mais breve possível”, concluiu o prefeito.