Desde 1984
Geral
04 de Dezembro de 2020
Começam movimentações para a disputa da presidência do Legislativo
João Vitor Simão
Plenário da Câmara será comandado por nova Mesa Diretora
Após as eleições de 15 de novembro, as atenções na Câmara Municipal de João Monlevade se voltam para a escolha do próximo presidente, que comandará os trabalhos do Legislativo pelos próximos dois anos. A Notícia apurou que há interesse entre vereadores reeleitos e também de alguns que chegam pela primeira vez ao cargo de parlamentar.

Reeleito para o próximo mandato, o atual presidente, Leles Pontes (Republicanos), pode ser reconduzido ao cargo, segundo especulações. Questionado, ele não nega e nem confirma o interesse, mas diz que tem recebido apoio de alguns vereadores.

Único vereador do partido do prefeito eleito, Láercio Ribeiro (PT), Belmar Diniz também tem o nome citado entre os cotados para assumir a chefia do parlamento municipal. Revetrie Teixeira (MDB), que também integra a coligação dos eleitos, admite uma eventual candidatura. Já Tonhão (Cidadania), derrotado por um voto de diferença por Leles em dezembro de 2018, também sinaliza desejo de ser o próximo presidente do Legislativo.

As especulações também atingem os eleitos que ainda vão tomar posse. Vereador mais votado em 2008, mas ausente nas duas eleições seguintes, Doró da Saúde (PSD) é um dos cotados, segundo fontes. Outros possíveis presidenciáveis são Gustavo Prandini (PTB) e Fernando Linhares (Democratas), que integra a coligação do prefeito eleito. Na reunião desta quarta-feira (2), Leles Pontes (apesar de cotado para continuar no cargo) cumprimentou Gustavo Maciel (Podemos), dizendo que gostaria de vê-lo presidente.