Desde 1984
Brasil e o Mundo
02 de Dezembro de 2020
Atendimentos por suspeita de Covid-19 crescem 37% entre outubro e novembro em BH
Douglas Magno AFP
Paciente com Covid19 sendo tratado na UTI do hospital Santa Casa BH


DO JORNAL O TEMPO



Entre os dia 4 e 31 de outubro, foram 28. 447 pessoas com suspeita da doença nas unidades de saúde; já entre 1º e 28 de novembro, esse número subiu para 39.185





O número de pacientes que procuraram a rede pública com sintomas do novo coronavírus aumentou 37,7% entre os meses de outubro e novembro em Belo Horizonte. De acordo com o boletim epidemiológico da prefeitura da capital, divulgado nesta terça-feira (2), entre os dia 4 e 31 de outubro foram 28.447 pessoas com suspeita da doença nas unidades de saúde, já entre 1º e 28 de novembro, esse número subiu para 39.185.

Apesar deste aumento, a taxa média de transmissão por infectado (Rt) se manteve estável na cidade, ficando em 1,03, nível amarelo, que significa atenção. Essa taxa significa que cada 100 pessoas transmitem a doença para 103 moradores.

A cidade tem atualmente 54.754 casos confirmados e 1.662 óbitos. Das pessoas infectadas, 2.568 ainda estão em acompanhamento médico. Os níveis das ocupações de leito estão estáveis também, me nível verde que significa controlado. Os leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) estão com 39,1% de ocupação e os de enfermaria 42,9%.