Desde 1984
Região
20 de Novembro de 2020
Reunião delinea procedimentos após elevação de risco de barragem
Uma reunião foi realizada nesta sexta-feira (20) para decidir os procedimentos de retirada das famílias residentes no entorno na barragem Norte/Laranjeiras da mina de Brucutu, em Barão de Cocais. Na última quarta-feira (18), a Vale elevou o grau de risco de rompimento da barragem para o nível dois, iniciando o procedimento de retirada de cerca de 34 pessoas que vivem na “zona de autossalvamento”, aquela mais vulnerável em caso de desastre. O procedimento será feito pela companhia em parceria com as Defesas Civis municipal e estadual.

Em nota divulgada pela empresa, a Vale diz que “a elevação do nível de emergência reflete uma abordagem conservadora da companhia, embora não tenham sido observadas alterações relevantes quanto aos fatores de segurança da estrutura. A companhia informa que a barragem Norte/Laranjeiras não recebe rejeitos e, portanto, não faz parte do plano de produção de minério de ferro desde dezembro de 2019”. No texto, a companhia diz ainda que acolherá as famílias e lhes dará assistência até que a situação se normalize.