Desde 1984
Geral
18 de Novembro de 2020
TRE mantém candidatura e Andréa da Saúde assume vaga na Câmara
Vanderlei Miranda fica fora

A ex-secretária municipal de Saúde Andréa Peixoto (PTB) estará na Câmara Municipal a ser empossada em janeiro. Na tarde desta quarta-feira (18), ela foi absolvida do processo que ameaçava impugnar sua candidatura. Quatro dos sete desembargadores deram provimento ao recurso da candidata, três foram contrários e votaram pela impugnação. Com o resultado favorável de 4 a 3, os 717 votos de Andréa estão validados. Dessa forma, Vanderlei Miranda (PL) ficará fora do próximo Legislativo, pois seu partido teve coeficiente eleitoral inferior.

O processo foi movido pelo advogado e também candidato Gleison Caetano (Podemos), que alegava que Andréa havia assumido a secretaria-adjunta em 2 de abril como uma “manobra” para continuar na Secretaria de Saúde. Segundo a denuncia, os cargos titular e adjunto têm atribuições muito parecidas. O promotor eleitoral Igor Citeli emitiu um parecer pedindo a impugnação da candidatura de Andrea, tendo um entendimento semelhante ao do denunciante. Andrea recorreu e, com a decisão, está apta a tomar posse como vereadora em 1º de janeiro de 2021. Ao A Notícia, Caetano diz que entrará com um recurso perante o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pedindo o indeferimento da candidatura.