Desde 1984
Polícia
13 de Novembro de 2020
PRF de Monlevade prende ex-servidor suspeito de desvios
DivulgaçãoPRF
Um funcionário recém-demitido da Câmara Municipal da cidade de Itarana (ES) foi preso na terça-feira (10) com dinheiro de origem suspeita em João Monlevade. Policiais rodoviários baseados no quilômetro 355 da BR-381 deram ordem de parada ao condutor de um Nissan Sentra, de 47 anos. Dentro do veículo, havia R$27 mil em cédulas de R$50,00 e R$100,00, que o motorista não soube explicar de onde surgiram.

Os policiais verificaram o nome do condutor em sua base de dados, e descobriram que ele era procurado pela Polícia Civil do Espírito Santo por uma acusação de desvio de dinheiro público. Desde 2005, ele era contador e tesoureiro da Câmara Municipal, na cidade do interior capixaba, funções das quais foi exonerado na semana passada. Ele é suspeito de ter desviado mais de R$700 mil no Legislativo daquele município.

Por conta disto, foi cumprido o mandado de prisão por crime de peculato, previsto no artigo 312 do Código Penal: “apropriar-se o funcionário público de dinheiro, valor ou qualquer outro bem móvel, público ou particular, de que tem a posse em razão do cargo, ou desviá-lo, em proveito próprio ou alheio”. O ex-servidor foi levado à Delegacia de Polícia Civil de João Monlevade.