Desde 1984
Geral
29 de Outubro de 2020
Dia de Finados com restrições em Monlevade

O coronavírus, que já matou 1,17 milhão de pessoas em todo o mundo até esta quinta-feira (29), mudou até as celebrações do Dia de Finados. A Prefeitura de João Monlevade divulgou uma série de normas que regem a visitação pública aos cemitérios.

Na próxima segunda-feira, 2 de novembro, os cemitérios do Baú, do Laranjeiras e de Carneirinhos estarão abertos das 7 às 17 horas, mas os idosos devem dar preferência ao horário entre as 7 e as 10 horas. O uso de máscaras será obrigatório, e os banheiros e bebedouros estarão lacrados. Os visitantes devem evitar aglomerar-se no interior dos cemitérios e a também se recomenda não tocar nos túmulos. A Vigilância em Saúde recomenda que, em 2020, não sejam oficiadas celebrações nas necrópoles, mas a decisão final cabe às paróquias.

Cemitério Histórico

Um dos pontos turísticos de João Monlevade, o Cemitério Histórico da Vila Tanque, também conhecido como Cemitério dos Escravos, estará aberto na próxima segunda-feira das 8 às 16 horas. Não é necessário agendamento, mas haverá controle de pessoas no local, e o uso de máscara é obrigatório.

Ali, estão guardados os restos mortais de Jean Antoine Félix Dissandes de Monlevade, fundador da usina e do município; do engenheiro Louis Jacques Ensch, fundador da Companhia Siderúrgica Belgo-Mineira em João Monlevade; do engenheiro alemão Ervin Kruger; de Orozimbo Benvindo Brasileiro e José Alvim, mortos durante a Segunda Grande Guerra; além de numerosos escravos. O espaço é mantido e conservado pela ArcelorMittal.