Desde 1984
Polícia
23 de Outubro de 2020
Antigo morador da Vila Tanque e esposa encontrados mortos em Contagem
Reprodução
Simônidas e Marlene Rocha moravam em Contagem
Um antigo morador de João Monlevade e sua esposa estão envolvidos em um mistério na cidade de Contagem. Simônidas Brasil de Souza Rocha, 64, e Marlene Maria de Jesus Rocha, 69, foram encontrados mortos na própria cama, dentro de seu apartamento, no bairro Nova Contagem.

Um sobrinho do casal encontrou os corpos. A hipótese de tratar-se de um latrocínio – roubo seguido de assassinato – foi ventilada pela família, mas as autoridades afirmam que os indícios apontam que o homem teria assassinado a esposa e se matado em seguida.

Segundo uma nota da Polícia Civil, reproduzida pelo site BHAZ, “a linha investigativa aponta, inicialmente, que o suspeito atirou duas vezes contra a vítima e, em seguida, se matou com um tiro no peito. Não há sinais de arrombamento na casa e os telefones celulares estavam dentro da residência”. Um inquérito policial foi aberto para apontar a causa real das mortes.

Conforme o site BHAZ, o corpo da mulher estava enrolado em um cobertor e apresentava duas perfurações feitas por arma de fogo. Ao seu lado, o de Simônidas (conhecido como Simão), também morto com uma perfuração no meio do tórax. Um revólver calibre 38 foi encontrado ao lado dele, com três cartuchos deflagrados. A arma, conforme a polícia, estava registrada no nome dele.

Boatos circularam nas redes sociais nesta semana, dizendo que o casal foi assassinado no bairro Vila Tanque, onde Simão residiu por anos, até mudar-se para Contagem. O boato foi rapidamente desmentido por familiares e por amigos, que lamentaram o ocorrido. (Com informações BHAZ).