Desde 1984
Geral
23 de Outubro de 2020
Vice-diretora de escola liga para pais e pede voto para prefeita
Foto Ilustrativa
Ligações contrariam a lei


'Se Simone perder, nós vamos deixar o cargo'

A vice-diretora da Escola Municipal Eugênia Sharlé, Núbia Bicalho, ligou para pais de alunos pedindo votos para a prefeita Simone Carvalho (PTB). Em ligação por volta das 19h20 da noite desta quinta-feira (22) ela ameaça interromper os trabalhos se Simone perder, pois terá que deixar o cargo.

Em áudio que viralizou nas redes sociais, Núbia inicia a ligação perguntando como está a situação dos pais e pede informações sobre o kit merenda. Ela justifica que conseguiu o número do telefone no cadastro de quem pegou o kit.

Em seguida, Núbia pede votos para Simone, alegando que, 'se Simone perder, nós vamos deixar o cargo'. Ela diz que a escola faz um ótimo trabalho e que não sabe se a prefeita perder, se o trabalho continua.

A mulher, do outro lado, diz que no bairro Pedreira, a prefeita não ganha nenhum voto. Ela reclama do abandono do bairro e fala que nem a prefeita nem o marido dela deram atenção.

A vice-diretora contra argumenta e diz que 'a gente faz a nossa parte'. A mãe, do outro lado da linha, diz que as funcionárias são maravilhosas, mas que 'se depender do voto em Simone, a escola fecha'.

O ato contraria a Lei 9504/97, que proíbe a prática de uso de cargos públicos para pedir votos ou apoiar candidaturas. O áudio foi enviado ao Secretário de Educação, Teotino Damasceno, que não retornou até a publicação desta matéria. O advogado Gleidson Caetano informou ao jornal A Notícia, que já denunciou o caso ao Ministério Público.