Desde 1984
Polícia
09 de Outubro de 2020
Menina morre ao ser levada pelo rio Piracicaba
Uma menina de 11 anos morreu ao ser arrastada pelas águas do rio Piracicaba. Na tarde do último dia 1º, a menina foi para o rio com a madrinha, uma amiga desta e mais quatro crianças. Enquanto as duas mulheres permaneceram às margens, as crianças entraram na água para brincar.

Em dado instante, a garota pisou em um ponto mais fundo, não conseguiu se equilibrar e acabou levada pela correnteza. Equipes da Polícia Militar, do Grupo de Atendimento Voluntário de Emergência (Gave) e do Corpo de Bombeiros Militar foram acionadas e logo começaram as operações de busca, procurando primeiro na vegetação que circunda o curso do rio. A mãe e a madrinha da menina já prestaram depoimento à polícia.

A madrinha e a amiga dela foram presas ainda na quinta-feira pelo desaparecimento da menina. O caso foi registrado como abandono de incapaz e levado para a delegacia de João Monlevade. No entanto, o delegado de plantão entendeu que não houve flagrante, e as duas foram soltas e irão responder em liberdade. O corpo foi encontrado no último sábado (3), próximo a um bananal de uma propriedade, ainda em Nova Era. Bombeiros pedem atenção e fazem alerta para tomar cuidados contra afogamentos. Confira:

- Todo ambiente aquático requer cuidado. A principal recomendação para garantir sua segurança é ter noção dos riscos e assumir uma postura preventiva.

- Seja prudente. Não superestime sua capacidade de nadar. Avalie as consequências de um possível incidente.

- Evite locais sem a presença de guarda-vidas

- Em água doce ou salgada, procure locais rasos e sem correnteza

- Crianças exigem cuidado redobrado. Não as perca de vista.

- Sempre que possível, opte pelo uso do colete salva-vidas (especialmente em crianças). Em água doce ou em embarcações, seu uso é imprescindível. O uso dele, certamente, fará a diferença entre vida e morte.