Desde 1984
Geral
11 de Agosto de 2020
Copos descartáveis, fim do self-service e distanciamento na retomada dos bares e restaurantes em Monlevade
A Prefeitura de João Monlevade já tem definidos alguns dos critérios a serem cumpridos por bares, restaurantes e lanchonetes para a reabertura. Os estabelecimentos já estão autorizados a funcionar, segundo a Prefeitura.

A procuradora jurídica do município, Racíbia Moura, detalhou algumas das exigências que serão feitas. O anúncio é feito um dia depois da adesão de Monlevade ao programa Minas Consciente, que define os protocolos de retomada da atividade econômica em Minas Gerais.

O uso de máscaras dentro desses estabelecimentos será obrigatório, e a limpeza dos ambientes deve ser constante. As mesas devem estar dispostas com dois metros de distância mínima entre si, separação que também deve ser seguida por clientes de funcionários. Todo o material precisa ser lavado.

Os balcões de self-service ficam interditados, e proíbe-se a degustação. Saleiros, açucareiros e recipientes similares devem ser retirados e substituídos por sachês individuais. As bebidas deverão ser servidas em copos descartáveis. Água é sabão são obrigatórios para higienizar as mãos de clientes e também conchas e pegadores.

Essas regras serão exigidas por, no mínimo, 28 dias, período exigido pelo Minas Consciente para passagem da onda amarela, onde Monlevade está atualmente, para a onda verde. Academias de ginástica, clubes, cinemas, teatros e estúdios de tatuagem e piercing somente podem abrir as portas na onda verde, que não engloba nenhum dos 853 municípios das Minas Gerais.