Desde 1984
Polícia
13 de Julho de 2020
Família vai à polícia após cão ser envenenado em Rio Piracicaba
Uma moradora de Rio Piracicaba denuncia que seu cão foi vítima de envenenamento. No último dia 27 de junho, o pai de Paôla Vieira dos Santos Gomes, estava na casa da filha, no bairro Cohab, quando notou que o shih-tzu, Luppy, estava comendo um pedaço de carne. Minutos depois, o cachorro passou mal e morreu.

A família registrou um boletim de ocorrência, relatando que a carne que o animal comia estava, provavelmente, envenenada e teria sido entregue a Luppy de fora da casa, que não possui muros em volta. Paôla diz que o cão era dócil e não causava mal a ninguém; eles tampouco tiveram problemas com vizinhos. A maior preocupação é pela filha de quatro anos, que poderia ter consumido a carne com veneno. Com o episódio, a família perdeu a paz: Paôla relata estar fazendo uso de tranquilizantes e ter tido crises de hipertensão arterial.

Envenenar animal é crime previsto no artigo 32 da Lei de Crimes Ambientais (lei 9605/1998), com pena prevista de detenção de três meses a um ano, além de multa.