Desde 1984
Região
02 de Junho de 2020
Explosão em Sítio - Polícia suspeita de quadrilha de roubos a caixas eletrônicos
Uma explosão em um sítio da localidade do Barro Branco, em Bela Vista de Minas, assustou vizinhos e intriga a polícia. Ela suspeita que os locatários da propriedade eram membros de quadrilhas que planejavam explodir caixas eletrônicos na região.

Na tarde de segunda-feira (1º), moradores da localidade ouviram um forte estouro e um estrondo vindos de uma propriedade. Ao chegar ao local, uma testemunha se viu diante da sede quase completamente destruída e de um homem bastante ferido, que clamava por socorro.

A Polícia Militar foi acionada, mas quando chegou, o homem já estava morto. A testemunha disse também que viu dois homens entrarem em um veículo Fiat e abandonarem o sítio. A Perícia Técnica da Polícia Civil também esteve no local para o recolhimento de provas. O dono da propriedade disse que a havia alugado para dois homens, entre os 25 e os 40 anos, que já lhe haviam pagos R$1 mil para o fim de semana. No entanto, ele não pediu documentos e nem assinou contrato.

A violência da explosão, que converteu quase toda a estrutura da sede em escombros, chamou a atenção das polícias Civil e Militar. Dentro do sítio alugado, havia sacolas com partes de bombas de fogos de artifício, de onde havia sido retirada pólvora, toucas ninja, coletes reflexivos, roupas, armas de fabricação caseiras, revólveres, munição, radiocomunicadores, miguelitos (pregos retorcidos, usados para furar pneus), cédulas de dinheiro (real, dólar e cruzeiro real), aparelhos celulares, remédios, itens de higiene pessoal e bombas artesanais. O corpo do homem foi removido ao Instituto Médico Legal de João Monlevade. A polícia identificou o homem mas não repassou detalhes.
Divulgação
Divulgação