Desde 1984
Brasil e o Mundo
15 de Abril de 2020
Romeu Zema enfatiza que não permitiu volta às aulas presenciais no Estado
DO JORNAL O TEMPO

Servidores que atuam nos setores administrativos das escolas voltaram ao trabalho nesta terça-feira

Em uma postagem no Twitter na noite desta terça-feira (14), o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, afirmou que é falsa a informação de que ele teria autorizado a volta às aulas de forma presencial dos estudantes da rede pública do Estado.

'Não acreditem em informações falsas. Não estou permitindo a volta às aulas presenciais no estado. Afirmar isso é uma irresponsabilidade tremenda. Os alunos terão aulas remotas e alguns servidores irão as escolas, em escala e com todos os cuidados para organizar o plano de ensino', disse o chefe do Executivo.

Servidores que atuam nos setores administrativos das escolas estaduais voltaram ao trabalho nesta terça-feira. Estão nesta lista diretores, vice-diretores, secretários de escola, coordenador de escola, Assistente Técnico de Educação Básica (ATB) e Auxiliar de Serviços de Educação Básica (ASB), além dos Inspetores Escolares que atuam nas Superintendências Regionais de Ensino (SREs).

Professores, especialistas e auxiliares da educação básica terão mais cinco dias de recesso e, por isso, iniciarão o teletrabalho no dia 22 de abril. A vez dos alunos retornarem aos estudos por meio de teletrabalho será no dia 4 de maio.

Em um parecer emitido na noite desta segunda-feira (13), o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) recomendou ao Governo do Estado que suspenda a convocação dos servidores administrativos das escolas estaduais mineiras para trabalho presencial.