Desde 1984
Polícia
08 de Abril de 2020
Primeiro caso de coronavírus em Monlevade é de uma policial civil

O primeiro caso de coronavírus confirmado na cidade é de uma policial civil. Segundo o delegado regional, Paulo Tavares, a servidora está afastada de suas funções há uma semana, desde quando apresentou os primeiros sintomas da doença.

De acordo com Paulo Tavares, a delegacia segue todas as orientações da Vigilância em Saúde (Visa) e ainda, da chefia da Polícia Civil em Minas Gerais. “Estamos cumprindo protocolos de higiene e orientando aos nossos colaboradores que apresentarem sintomas gripais a ficarem em quarentena em casa”, afirmou.

O primeiro caso de coronavírus em Monlevade foi confirmado na tarde de terça-feira (7). A paciente, é uma mulher de 36 anos que não viajou e não teve contato com pessoas que vieram do exterior. Isso significa que há transmissão comunitária na cidade, ou seja, não dá para saber a origem do vírus. Ela está em isolamento social, está estável e passa bem.

A secretaria de saúde reforça o pedido para as pessoas ficarem e casa e saírem somente quando extremamente necessário. O delegado informou que a Polícia Civil não vai interromper os serviços, pois o trabalho da Polícia Civil, não pode parar. “Continuaremos o trabalho, com todos os cuidados necessários porque a Polícia Civil é essencial para a comunidade”, afirmou.