Desde 1984
Polícia
20 de Março de 2020
Coronavírus pode levar 40 detentos de Monlevade à prisão domiciliar
Cerca de 40 detentos dos regimes semiaberto e aberto, do presídio de João Monlevade, podem ser colocados em prisão domiciliar por conta do coronavírus. A partir de ontem (19), alguns dos presos começaram a ser liberados para cumprirem a pena em casa. A medida se deve a uma recomendação do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG).

No entanto, de acordo com o diretor da unidade, Melquíades Moreira, a progressão não será automática: a decisão de cada caso cabe ao juiz da Vara de Execuções Penais da comarca de João Monlevade, Luiz Felipe Sampaio Aranha. Após analisar caso a caso, o juiz decide se acata a recomendação ou não. Em sua perícia, o juiz deve considerar o histórico do presidiário, o seu grau de periculosidade e se ele possui outras condenações.