Desde 1984
Geral
21 de Fevereiro de 2020
Demissão de jornalista da Acimon repercute
A demissão da jornalista Flávia Henriques Gomes da Associação Comercial, Industrial e Prestação de Serviço de João Monlevade (Acimon) repercutiu muito nas redes sociais nesta semana. Ela alegou ter sido demitida por causa de uma postagem que criticava o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em sua página do Facebook, fora do horário de serviço.

O partido Rede Sustentabilidade, ao qual a jornalista é filiada, lançou nota criticando a entidade pela demissão da jornalista, afirmando ser contra a perseguição por opinião política. O vereador Gentil Bicalho (PT) também usou a tribuna da Câmara para criticar a demissão da jornalista, alegando ser “uma retaliação muito forte que nós não podemos concordar jamais”. Flávia Gomes disse que trabalhou na Acimon por 14 anos, que sempre foi de esquerda e que seu posicionamento político era conhecido dos empresários.

Procurada, a Acimon negou que a demissão da jornalista tenha motivação política e alegou que a decisão foi interna. “O desligamento da colaboradora Flávia Henriques Gomes se deu como outro qualquer já realizado pela entidade, por questões internas, tão comuns nos quadros das empresas privadas. Que é o caso da Acimon”, diz nota da Associação. A entidade reiterou que ela exercia cargo e função de Assistente de Comunicação.