Desde 1984
Polícia
21 de Janeiro de 2020
Homicídios caem 45% em Monlevade
João Vitor Simão
2019 foi um ano mais tranqüilo que 2018 na região de João Monlevade. As estatísticas de crime foram apresentadas em uma entrevista coletiva realizada na tarde desta segunda-feira (20) com o capitão Elias, da 17a Companhia Independente da Polícia Militar, e os delegados Alex Dalton e Camila Alves, da 4a Delegacia Regional da Polícia Civil.

Nos dez municípios q ue compõem a área, os furtos caíram 9% no ano passado em relação a 2018. Os roubos com violência tiveram uma diminuição de 36% no mesmo período. Mas a maior queda foi no número de homicídios, que caiu 45% no ano que terminou; os assassinatos desceram ao menor nível desde 2007.

Na entrevista coletiva, a delegada Camila Alves destacou o trabalho conjunto de todas as polícias com o objetivo de proporcionar maior segurança aos cidadãos. O capitão Elias assinalou a retirada de circulação de armas ilegais e o combate ao tráfico de drogas. O delegado Alex Dalton, por sua vez, destacou a importância da participação da sociedade na construção da segurança, relatando qualquer incidente e confeccionando os boletins de ocorrência.

Um dos crimes que ainda preocupa as autoridades policiais é o roubo de telefones celulares. O tenente Flávio Batista ressaltou que o dono do aparelho deve guardar o IMEI do seu celular, que está disponível na caixa do produto ou digitando 06 no teclado de ligações. O delegado Alex Dalton alertou para que a população não compre telefones sem nota fiscal ou de procedência duvidosa; se o aparelho foi furtado ou roubado, o comprador pode ser preso e responder criminalmente por receptação.

A 17a Companhia Independente da Polícia Militar e a 4a Delegacia Regional da Polícia Civil abrangem os municípios de João Monlevade, Bela Vista de Minas, Nova Era, Rio Piracicaba, Alvinópolis, São Domingos do Prata, Dionísio, Dom Silvério, São José do Goiabal e Sem-Peixe.