Geral
1 de novembro de 2018

Clima tenso na Câmara - Sinval critica duramente Guilherme Nasser e base governista mostra desunião

Arquivo JAN

O clima entre os vereadores da base do governo municipal na Câmara de João Monlevade não está nada bom. Além, claro, da relação entre o Legislativo e o Executivo da cidade.
Durante a reunião ordinária da última quarta-feira (31), o líder do governo na Câmara, Sinval Jacinto Dias (PSDB), não poupou o colega de partido e também vereador da base, Guilherme Nasser, de duras críticas. A maioria foi em relação a postura do parlamentar na tribuna da casa e de sua atuação no projeto "Gabinete Itinerante", em que percorre os bairros da cidade para ouvir as demandas da população. "O que o vereador Guilherme Nasser está fazendo é politicagem. Mas o bom é que o povo está conhecendo quem é o Guilherme, quem ele é de verdade. Nós já conhecemos. Queria falar isso na frente dele, mas infelizmente ele não está aqui. Mas ainda vou repetir na frente dele", desabafou Sinval.
No momento das críticas de Sinval, Nasser não estava no plenário do Legislativo. Ele já havia deixado a reunião e não respondeu às críticas.

Vistas

Outro fato que chamou a atenção na reunião de quarta-feira foi a concessão de vistas do presidente da Câmara, Djalma Bastos (PSD), de apenas dez minutos, ao vereador Sinval Jacinto, em relação a um Requerimento apresentado pelo vereador Revetrie Teixeira (MDB). O inusitado é que pedidos de vistas vindos de parlamentares da base costumam ser concedidos com prazos de uma semana, e não de apenas dez minutos, tempo que sempre é concedido a vereadores da oposição.
O Requerimento solicita a realização de uma Audiência Pública em dezembro, com convocação da prefeita Simone Carvalho (PSDB) e da secretária municipal de Saúde, Andréa Peixoto, para tratar de assuntos relacionados ao setor de saúde do município, entre eles, a situação dos postos de saúde da cidade. O Requerimento foi votado e aprovado e a Audiência será realizada no dia 10 de dezembro.