Geral
11 de outubro de 2018

Ponto de ônibus e Novo Centro geram críticas na Câmara

Luiz Ernesto

A reunião ordinária da Câmara Municipal de João Monlevade realizada ontem (10) foi marcada pelas críticas de vários vereadores à questão do ponto de ônibus da praça Domingos Silvério Sobrinho, em Carneirinhos, que foi retirado do local de origem há cerca de um ano, em virtude de obras de revitalização na praça. A demora para a execução do anunciado projeto Novo Centro, por parte do governo municipal, também foi alvo de reclamações.
Em sua fala, o vereador Revetrie Teixeira (MDB) teceu duras críticas sobre a retirada do ponto do local e pela demora em voltar com ele para o local de origem. "O ponto em local improvisado é uma tortura e uma covardia do Executivo monlevadense com a população. A população está sofrendo com a situação, principalmente os idosos. Sem abrigo, assento e conforto", lamentou.
Os parlamentares Gentil Bicalho (PT), Thiago Titó (PDT) e Guilherme Nasser (PSDB) também tocaram no assunto e lamentaram que nada foi feito, mesmo depois de uma manifestação realizada no local meses atrás, que contou com a participação de alguns vereadores. "Realmente há coisas que não dá para entender, fico me perguntando o porquê de certas iniciativas, que não levam a nada e só pioram a situação. Inclusive, foi retirado o abrigo de um ponto de ônibus em frente à Unidade Básica de Saúde do Novo Cruzeiro. Porquê? Um absurdo", desabafou Nasser.

Compra de semáforo

Questionado a respeito das críticas, o chefe do Setor de Trânsito e Transportes de João Monlevade (Settran), Brenno Lima, afirmou que o projeto do Novo Centro está parado porque aguarda a compra de semáforos. Segundo ele, o edital para a aquisição dos equipamentos será publicado na próxima semana. “Só poderemos fazer as alterações quando os semáforos estiverem instalados. Não tem como modificar a avenida sem eles”, afirmou.
Ainda segundo Brenno, com a mudança no trânsito do local, a questão do ponto de ônibus será também resolvida. O chefe do Settran reforçou que o ponto será instalado próximo ao bar Cabritinho, na avenida Wilson Alvarenga. “Como os ônibus vão descer a avenida no sentido Hiper/centro, o local adequado para o ponto será ali, resolvendo essa pendência”, afirmou.