Geral
11 de outubro de 2018

Médio Piracicaba perde representação na Assembleia Legislativa de Minas

Região também continua sem um deputado federal

O Médio Piracicaba, que tinha dois deputados estaduais representando os municípios da região, perdeu representatividade na Assembleia de Minas e segue, agora, apenas com um deputado estadual. Tito Torres (PSDB) foi reeleito com quase 80 mil votos. Mas o deputado Raimundo Nonato Barcelos, o Nozinho (PDT), não conseguiu se reeleger. Outros nomes da região que também tentaram uma vaga na ALMG não conseguiram ser eleitos.
A região também não conseguiu eleger um deputado federal e continua, após 20 anos, sem um representante na Câmara dos Deputados em Brasília. Dos nomes que tentaram preencher a lacuna, o ex-prefeito de São Domingos do Prata, Fernando Rolla (Avante), foi o mais votado. Mas não conseguiu se eleger. Confira, no quadro a seguir, a votação dos candidatos a deputados estaduais e federais da região:

candidato | números de votos
Candidatos a Deputado Estadual da região
Bernardo Mucida (PSB) | 34.797
Camila Sgarbi (Pros) | 885
Carmem Lúcia (PcdoB) |427
Creuza Santos (Patriotas) | 455
Nozinho (PDT) | 40.648 | 40.648
Tito Torres (PSDB) | 78.862 (Eleito)
Lucia Helena (PSB) | 468
Candidatos a Deputado FEDERAL da região
Ester Sanches (PSB) | 5.024
Elias Lima (PMN) | 5.362
Fernando Rolla (Avante) | 17.749
José Santana (PR) | 42.008
Pedro Moreira, Pedrada (PRTB) | 3.605
Reinaldo Lacerda (PHS)| 3.563
Rodrigo Diguerê (PRTB) | 9.492
TONINHO DA PEDREIRA (PPS) | 3.100
Warley Mól (Novo) | 5.735