Geral
14 de setembro de 2018

Para deputado estadual, vereadores se dividem entre Tito e Nozinho

Arquivo JAN
Parlamentares polarizam apoio a deputados

A maioria dos vereadores de João Monlevade se divide no apoio para a reeleição dos deputados estaduais da região, Tito Torres (PSDB) e Raimundo Nonato Barcelos, o Nozinho (PDT). Os dois grupos convergem nos interesses da base governista e da oposição ao governo Simone Carvalho (PSDB) no Legislativo.
Do lado governista, Sinval Dias (PSDB), Guilherme Nasser (PSDB), Cláudio Cebolinha (PTB), Lelê do Fraga (PTB) e Leles Pontes (PRB) pedem votos para o tucano Tito Torres.
Já do lado da oposição no Legislativo, Belmar Diniz (PT), Tiago Titó (PDT), Pastor Carlinhos (MDB), Vanderlei Miranda (PR) e Toninho Eletricista (PPS) apoiam a renovação do mandato de Nozinho (PDT).
Gentil Bicalho (PT) declara apoio ao petista André Quintão, que é natural de Belo Horizonte. Fábio da Silva (PP), Revetrie Teixeira (MDB) e Geraldo Antônio Marcelino, o Tonhão (PPS), ainda não definiram apoio a deputado estadual.
A deputado federal, os vereadores de João Monlevade apoiam diversos candidatos. Nenhum, no entanto, é natural da região. O presidente da Câmara, Djalma Bastos (PSD), pede votos para o deputado que tenta a reeleição, Marcos Pestana (PSDB). Djalma disse que atende a um pedido do suplente de senador, Alexandre Silveira, seu padrinho político e coordenador da campanha do PSDB em Minas.
O vice-presidente Leles Pontes, os colegas Revetrie, Fábio da Silva e Tonhão apoiam o candidato a deputado federal de Caratinga, Pedro Leitão (PV). O petista Belmar Diniz negou apoiar candidatos do seu partido ou correligionários e também fechou apoio ao candidato. Os tucanos Sinval Jacinto Dias e Guilherme Nasser Silvério mantiveram-se firmes no apoio para a reeleição do deputado federal Rodrigo de Castro, que é natural de Viçosa, mas que possui estreitos laços políticos com o PSDB de João Monlevade. Inclusive, é o candidato da prefeita Simone Carvalho. Lelê do Fraga também apoia Castro, alegando questões de grupo político.
Pastor Carlinhos também apoia um candidato que não é da região. Ele declarou apoio ao procurador de Justiça Rômulo Ferraz, que é natural de Belo Horizonte. Cláudio Cebolinha declarou apoio ao também belorizontino Fernando Borja (Avante), que é pastor de sua Igreja, a Batista da Lagoinha, e também vereador na capital mineira. Toninho Eletricista não declarou apoio, mas disse que seguirá orientações do seu partido.
Já Vanderlei Miranda declarou apoio a Igor Timo, do Patriota. O candidato nascido em Virgem da Lapa, no Vale do Jequitinhonha, não tem ligação com João Monlevade. Vanderlei não justificou o porquê do apoio. Já o parlamentar Thiago Titó apoiará o candidato à reeleição de seu partido, Mário Heringer. “Ele já disponibilizou emenda parlamentar para Monlevade”, justificou Titó. Gentil Bicalho declarou apoio ao deputado federal Leonardo Monteiro (PT), que tenta a reeleição. O petista é natural de Governador Valadares, mas segundo Gentil, já conseguiu recursos para João Monlevade e é representante da classe trabalhadora.