Região
2 de julho de 2018

Vereador começa a cumprir pena em São Domingos do Prata

Reprodução
Vereador Lau se apresentou à Justiça na última sexta-feira

Câmara ainda não decidiu sobre o futuro do parlamentar na casa

O vereador de São Domingos do Prata, Geraldo de Castro Frade (DEM), o "Lau", se entregou na noite da última sexta-feira (29) para cumprir sua condenação na Justiça por falsificação de documentos. Ele irá cumprir sua sentença de dois anos e três meses de reclusão em regime semi aberto, permanecendo na Cadeia Pública de São Domingos do Prata das 18h às 6h da manhã. A situação é inusitada e, na história política recente da região, é o primeiro político a cumprir uma sentença judicial e exercer seu cargo eletivo.
A Sentença Judicial foi proferida pelo juiz de direito Carlos Renato de Oliveira Corrêa e é proveniente do processo criminal de número 0154642-63.2007.8.13.0610, que foi aberto em virtude de denúncias feitas e investigações realizadas pelo Ministério Público sobre a compra de votos para a eleição da presidência da Câmara Municipal no ano de 2006.
Mesmo diante da condenação, o vereador continua exercendo seu cargo na Câmara Municipal. Segundo o advogado do vereador, Euclides de Oliveira Castro, a condenação da Justiça não reflete em seu mandato parlamentar e a decisão sobre sua permanência na Câmara caberá aos próprios vereadores, que deverão votar sobre o assunto caso o presidente do Legislativo, Gessy Martins Junior (PR), coloque a questão em votação. Sendo assim, segundo o advogado, ele só poderá ser cassado pelos próprios colegas.
De acordo com o presidente do Legislativo prateano, a Câmara Municipal ainda não havia sido notificada oficialmente sobre o assunto e, sendo assim, não havia como se posicionar sobre a questão. Ainda segundo o vereador Gessy Martins, uma reunião seria realizada entre os parlamentares e a Procuradoria Jurídica para debater o assunto.