Região
8 de junho de 2018

Prefeito de Bela Vista é absolvido em acusação de desvio de recursos públicos

Arquivo JAN

O prefeito de Bela Vista de Minas, Wilber José de Souza (foto), foi absolvido no julgamento da Ação Penal Pública, pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), por suposto desvio de recursos públicos. O julgamento ocorreu na última terça-feira (5), na 1ª Câmara Criminal do TJMG.
O processo contra Wilber era por suposto desvio de recursos públicos. A denúncia foi oferecida pela Procuradoria Geral de Justiça do Ministério Público em 2014. Segundo o MP, o acusado, agindo na condição de prefeito municipal, entre os anos de 2005 e 2008, desviou renda pública no valor de R$52.678,12 em pagamentos de horas extras aos servidores públicos municipais Solange Domingues Miranda e Darci Viana da Silva. Solange é esposa do prefeito e foi designada chefe de Gabinete, de 1º de janeiro de 2005 a 31 de dezembro de 2008. Já Darci é amigo do prefeito e foi Secretário Executivo na administração, no mesmo período. Em sua decisão, o desembargador e presidente da sessão, Edison Feital Leite, afirmou que "por maioria, julgaram improcedente a denúncia, para absolver o requerido”.