Região
20 de abril de 2018

Julgamento do prefeito de Bela Vista de Minas é remarcado para o mês de junho

Arquivo JAN
Wilber foi denunciado pela Procuradoria do Ministério Público

A 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Minas Gerais marcou para o dia 5 de junho o andamento do julgamento do prefeito de Bela Vista de Minas, Wilber José de Souza (DEM). A sessão terá início às 13h30 e será realizada em Belo Horizonte.
O andamento processual foi remarcado na tarde da última segunda-feira (16). No dia 3 de abril, o julgamento do chefe do Executivo belavistano foi suspenso pelo desembargador Edison Leite, atendendo um pedido de vistas ao processo feito pela desembargadora Kárin Emmerich, que fez a solicitação para melhor analisar o processo e emitir o seu voto.
O processo contra Wilber é por suposto desvio de recursos públicos. A denúncia foi oferecida pela Procuradoria Geral de Justiça do Ministério Público em segunda instância no ano de 2014. Segundo o MP, o acusado, agindo na condição de prefeito municipal, entre os anos de 2005 e 2008, desviou renda pública no valor de R$52.678,12 em pagamentos de horas extras aos servidores públicos municipais Solange Domingues Miranda e Darci Viana da Silva, esposa e amigo do prefeito.