Geral
5 de janeiro de 2018

Melhoria Contínua: “o feito é melhor que o perfeito”

Claudemir Azevedo
Isabela Dornelas trabalha como coach de realização pessoal e profissional

Já ouviu a frase “Feito é melhor que Perfeito”? É exatamente sobre isso que vamos conversar hoje O Quarto pilar do processo de Coaching trabalhado junto aos meus clientes é o pilar da Melhoria Contínua
É necessário deixar para trás a ideia de que é preciso ter todas as condições ideais para colocar nossos planos em prática. Na verdade, o caminho é se colocar em movimento da forma que você se encontra atualmente. Só é possível atingir a perfeição (quando ela é possível) aperfeiçoando algo que já foi feito. Afinal, aperfeiçoar algo que nunca foi praticado é impossível.
Nem tudo vai sair exatamente como você planejou, esse é mundo real, e está tudo bem O importante aqui é você não parar diante dos obstáculos que irão surgir naturalmente durante o percurso, pois só assim você será capaz de se aperfeiçoar continuamente.
Esperar que você esteja ‘pronto’ para entrar em ação só te paralisa. O grande vilão da vida da pessoa perfec-cionista é o pensamento de que “ainda não estou pronto”. É uma sensação de que ainda falta aprender mais alguma coisa, fazer mais um curso, mais um treinamento... Você já se pegou nessa situação?
Essa é uma importante questão que trabalho com meus clientes no processo de coaching, pois o perfec-cionismo é muitas vezes uma grande desculpa para a procrastinação, para não se fazer o que se deve ser feito. Esse perfeccionismo nos leva a acreditar que nunca esta-mos preparados para começar, para fazer...
Se você não tomar cuidado, o perfeccionismo impede o seu progresso, impede que você lance alguma coisa, que você se coloque em movimento, que você crie e realize. É aqui que entra a importância do pilar da Melhoria Contínua, essa sim, te coloca em movimento, te permite errar e aperfeiçoar. A premissa da melhoria contínua é “ser hoje melhor do que ontem, amanhã melhor do que hoje” e nessa jornada, você vai se aperfeiçoando.
Tomando essa consciência, meus clientes conseguem entrar em ação e sentir a emoção de se colocar em movimento, de se ver realizando sonhos, objetivos e metas e podem se permitir ser humano, errar, mas também acertar, aprender com os erros de uma forma mais leve e sem cobranças, então a melhoria contínua passa a ser um ciclo natural no processo da evolução.
O autor Paul Arden diz que “a pessoa que não comete erros provavelmente nunca vai fazer nada”. Então coloque-se em movimento. Erre, aperfeiçoe, erre mais e aperfeiçoe até ficar feliz com o resultado. E é exatamente isso que te desejo no ano de 2018, muita ação e melhoria contínua para se tornar a pessoa que você quer ser Você pode