Você está em Notícia / GERAL /
Geral
7 de dezembro de 2017
Hospital Margarida fez 194 mil atendimentos neste ano
divulgação
Casa de saúde atendeu mais de 80 mil pessoas
O Hospital Margarida realizou, de Janeiro a 30 de novembro deste ano, mais de 194 mil atendimentos, ofertados a 81.165 pessoas. O alto número de beneficiados, nos 11 meses deste ano, comprova a importância da casa de saúde para todo o Médio Piracicaba. Não se fala em excelência, seguridade e referência no setor, sem citar o Hospital Margarida.

Salvar vidas sempre foi a missão da unidade de saúde. Em 65 anos de história, o Hospital Margarida sempre se pautou pelo compromisso de ajudar aos mais necessitados, diminuir o sofrimento e de oferecer atendimentos de qualidade nas áreas de média complexidade e serviços de urgência.

Ressalta-se que esses números não são planejados, vistos que eles chegam à porta, já que o Margarida é uma das principais entradas de atendimentos de urgência e emergência na região. Em casos de acidentes graves, desastres ambientais ou ocasiões adversas e que resultam em maior número de vítimas, a equipe do Hospital se desdobra para oferecer um serviço de qualidade e eficiente.

No mês de janeiro, o Hospital atendeu 7.049 pessoas, resultando em 17.201 atendimentos. Isso, porque o mesmo paciente, pode receber mais de um atendimento diferente, quando está na casa de saúde. Em novembro de 2017, o Margarida atendeu 6.907 pessoas, com um total de 16.159 atendimentos. A média foi de 17 mil atendimentos por mês.

A administração do hospital não nega as dificuldades para executar os serviços. Até porque Hospital Margarida é o mais completo da região e recebe grande número de vítimas de acidentes da 381. Em épocas como as atuais, com chuvas e grande número de pessoas transitando nas rodovias da região, não dá para prever a quantidade de atendimentos que serão realizados, fora os de baixa e média complexidade do dia a dia.

No entanto, a casa de saúde e as equipes de plantão estão sempre preparadas para salvar vidas, ainda que haja alta demanda em situações não emergenciais. “Mesmo assim, sabemos que atrasos em atendimentos geram reclamações, mas não é fruto de desorganização. Traumas e acidentes demandam um socorro imediato, diferentemente, de casos menos complexos”, diz o provedor do Hospital, José Roberto Fernandes.

Porém, o Hospital Margarida, sempre buscando a excelência em atendimentos, orienta a todos os que se sentirem prejudicados com uma possível demora, que procurem a administração do hospital para registrar suas queixas. “Infelizmente, atendimentos menos urgentes, acabam ficando em espera. A comunidade pode ficar à vontade para manifestar a sua insatisfação e vamos justificar que houve algum fato fora do normal”, avisa o provedor.

Como é uma das mais completas casas de saúde da região, o Hospital sabe do seu papel e procura oferecer o melhor, com uma equipe clínica experiente e motivada em executar bem o seu papel junto aos que mais precisam dos serviços de saúde.
LEIA TAMBÉM
 
Publicidade
Publicidade
31 3851-1791
Av. Rodrigues Alves, nº 78, República
João Monlevade/MG
NOTÍCIAS
OPINIÃO
OPINIÃO
SOCIAIS