Você está em Notícia / GERAL /
Geral
13 de outubro de 2017
Demanda reprimida de 800 mamografias é denunciada em reunião
Luiz Ernesto
Membro do Conselho de Defesa da Mulher alertou sobre mamografias
Uma demanda reprimida de mais de 800 exames de mamografia a serem realizados em João Monlevade foi denunciada durante reunião do Conselho Municipal de Saúde, ocorrida na tarde da última terça-feira (10), na sede da Câmara Municipal.
O assunto foi abordado pela integrante do Conselho Municipal de Defesa da Mulher (Codem) de João Monlevade, Eliane Araújo, que alertou para a gravidade do problema na cidade durante o encontro. “Hoje temos essa triste e alarmante realidade, de uma demanda reprimida de mais de 800 exames que não foram realizados. Isso é grave. É a saúde da mulher em nossa cidade, não podemos cruzar os braços. Voltamos à estaca zero, pois o caminhão que realizava os exames não contemplou a faixa-etária de 50 a 69 anos. Chegam muitas reclamações para nós, conselheiras”, afirmou Eliane.

Ginástica

Ainda durante a reunião, Eliane Araújo destacou a falta de profissionais, entre fisioterapeutas e enfermeiros, para acompanhar as atividades de ginástica realizadas com pacientes em alguns postos de saúde da cidade, como os do Novo Cruzeiro, Industrial e Vila Tanque. Sobre esse assunto, a conselheira afirmou que a entidade encaminhou um ofício à Secretaria Municipal de Saúde, solicitando informações. A Secretaria Municipal de Saúde foi questionada sobre o assunto, mas não respondeu até o fechamento desta edição.
LEIA TAMBÉM
 
Publicidade
Publicidade
31 3851-1791
Av. Rodrigues Alves, nº 78, República
João Monlevade/MG
NOTÍCIAS
OPINIÃO
OPINIÃO
SOCIAIS