Desde 1984
Geral
13 de janeiro de 2020
Por cobrança de ar, Nasser aciona Prefeitura e DAE na Justiça
Arquivo JAN
Vereador alega que consumidores estão pagando por ar como se fosse água.
O vereador Guilherme Nasser (PSDB) ingressou com uma ação na Justiça contra a Prefeitura de João Monlevade e o Departamento Municipal de Águas e Esgotos (DAE). O parlamentar alega que a autarquia está cobrando por ar nas tubulações como se fosse água consumida. Na argumentação entregue ao Ministério Público, Nasser apresenta que alguns consumidores pagam até 35% a mais de tarifa de água sem consumir o líquido, que é “empurrado” pelo ar e faz girar o hidrômetro, aumentando a cobrança ao fim do mês. Em 2019, Guilherme Nasser apresentou o anteprojeto 07/19, que obriga o DAE a instalar eliminadores de ar nas tubagens dos consumidores da autarquia.

Para o DAE, denúncia é “falácia do vereador”

Questionado sobre o assunto, o diretor do Departamento de Água e Esgoto (DAE), Cleres de Souza, disse que a denúncia “é falácia, sem pé nem cabeça”. Para ele, é muito raro o aparecimento de ar na tubulação porque o sistema de João Monlevade é pressurizado.Ele ainda criticou o vereador. “Isso é desinformação. Monlevade não tem problema de ar na rede, a não ser em raríssimos casos e tem anos que isso não acontece, devido ao nosso sistema altamente pressurizado. Isso é coisa de quem não tem o que falar”, disse Cleres.
Ainda comentando a denúncia do vereador junto ao Ministério Público, o diretor do DAE ironizou, alegando tratar-se de questões de interesse eleitoral. “Ótimo (ele procurar o Ministério Público), pois assim mostramos que é denuncia vazia, coisa de oposição em ano eleitoral, querendo desgaste da administração”, afirmou.