Desde 1984
Geral
2 de dezembro de 2019
Polícia forma quase 400 alunos no Proerd
João Vitor Simão
Eu sei que elas irão se manter afastadas das drogas e do crime, diz instrutora
Um total de 386 alunos de quatro escolas de João Monlevade se formaram no Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd), comandado pela Polícia Militar. A solenidade aconteceu na noite desta sexta-feira (29), e formou alunos do 5º ano do Ensino Fundamental das escolas municipais Germim Loureiro (Vale do Sol) e Promorar, e das escolas estaduais Rúmia Maluf e João XXIII.
Alunos que se destacaram durante os meses de programa receberam medalhas, diplomas e bicicletas. Durante o evento, o auditório do Centro Educacional ficou lotado de crianças, que ficaram eufóricas com a chegada do “Leão do Proerd”, mascote do programa. Familiares e amigos das crianças lotaram o auditório.
O Proerd foi implantado em Minas Gerais a partir de 1998, baseando-se em uma iniciativa de 1983 da polícia de Los Angeles, e busca aliar Polícia Militar, escola e família para ensinar às crianças a se manterem afastadas das drogas lícitas e ilícitas.
Em João Monlevade, o programa iniciou-se em 2004 comandado pelo então cabo Célio Ferreira de Souza, que coordenou o programa até 2008. Muito assediada pelas crianças, a instrutora do curso, cabo Márcia Montemor de Andrade, falou da importância do programa para a formação das crianças “Eu sei que elas irão se manter afastadas das drogas e do crime”. No ano em que o Proerd de João Monlevade completou quinze anos, a militar recordou o trabalho de Célio, que foi assassinado em serviço em setembro deste ano: “Não consigo não me lembrar dele em todo momento do meu trabalho. Ele é uma inspiração para mim”, disse.