Desde 1984
Geral
7 de outubro de 2019
Campanha pede escola cívico-militar em Monlevade
Reprodução/ASCOM/CBMAC
Modelo é conhecido pela eficiência e disciplina imposta aos alunos.
Uma petição lançada pela internet pede a implantação de um colégio cívico-militar em João Monlevade. A petição, lançada pelo núcleo da cidade do grupo Direita Minas, solicita a implantação de uma escola nos moldes propostos pelo Ministério da Educação. A ministração dos conteúdos será feita, em sua maioria, por professores civis, seguindo os parâmetros estabelecidos pelo MEC. No entanto, a administração da escola ficará por conta das forças militares, podendo ser o Exército, a Marinha, a Aeronáutica ou a Polícia Militar.

O diferencial destas escolas é a disciplina rígida imposta aos alunos; as ocorrências em escolas deste tipo são quase nulas. Em Itabira, já existe uma unidade do Colégio Tiradentes, ligado à Polícia Militar, reconhecida pela excelência do ensino e pela relação de respeito entre alunos e professores. Segundo a coordenadora do grupo, Paula Garcia, a ideia é de que o modelo seja implantado numa escola já existente na cidade, abrangendo a segunda metade do Ensino Fundamental e o Ensino Médio. As matrículas serão abertas à comunidade em geral; em vários desses colégios, são feitos processos seletivos, já que a quantidade de vagas é menor que a de candidatos a ingressar. Quem quiser apoiar a petição pode assiná-la gratuitamente clicando aqui.