Desde 1984
Geral
17 de setembro de 2019
Assessor de Leles acusa pessoas de sabotarem obra no Sion
Arquivo JAN
Fabiano Lobot é assessor do presidente da Câmara, Leles Pontes e disse que problemas no asfalto são sabotagem
Sem citar nomes, o assessor parlamentar Fabiano Lobot, do gabinete do presidente da Câmara de João Monlevade, Leles Pontes (PTB), postou nas redes sociais na segunda-feira (16), acusação de que pessoas estariam sabotando as obras de pavimentação da rua Nove, no bairro Sion.]
A reação dele veio diante das críticas de moradores do bairro e da rua à péssima qualidade da pavimentação, onde o asfalto começa a se desfazer uma semana após o serviço feito e a obra nem ter sido ainda entregue pela Prefeitura, causando péssima expectativa deles diante da aproximação do período de chuvas. A acusação de Lobot gerou reações as mais variadas, com muitas pessoas defendendo o direito à reclamação e à exigência de serviço com qualidade, enquanto teve até quem suspeitasse de uso de marretas para sabotar a obra.
A reportagem do A Notícia esteve no local, ouviu vários moradores indignados com a qualidade da obra e não detectou nenhum sinal de que havia boicote ou depredação. Os moradores contaram que há mais de uma década reivindicam aquela obra e elogiaram a decisão da prefeita Simone em cumprir uma promessa de campanha, mas se revelaram decepcionados com a péssima pavimentação que foi aplicada com espessura de apenas um centímetro e sobre a terra, sem a usual e conhecida compactação. Eles contaram que os estragos estão sendo provocados pela passagem de carros e caminhões e que até o apoio de estacionamento de motos provoca buracos. Um dos moradores tirou a chave do carro do bolso e sem nenhum esforço a utilizou para arrancar um pedaço do asfalto e entrega-lo ao repórter.
A Notícia procurou o presidente Leles Pontes para saber se a Câmara de Vereadores endossa a acusação de sabotagem feita pelo assessor parlamentar e ele respondeu que não tinha visto as postagens e que não ia comentar o caso.