Desde 1984
Brasil e Mundo
6 de agosto de 2019
Paula Fernandes diz que quase pulou da janela devido à depressão
Reprodução
DO JORNAL O TEMPO

Cantora relatou que começou a sentir o problema há anos e que na fase aguda da doença chegou a perder 7kg

Dando continuidade ao quadro "Não tá tudo bem, mas vai ficar" do Fantástico (Globo) sobre depressão, o programa Encontro com Fátima Bernardes levou o tema para debate na manhã desta segunda-feira (4).

Liderado pelo médico Dráuzio Varella, o quadro teve, entre os entrevistados, a cantora Paula Fernandes. A artista foi também uma das convidadas do programa matutino da emissora e deu mais um relato da fase em que sentiu uma depressão mais severa.

Fernandes revelou que pensou em tirar a sua própria vida. "Escolhi a janela. Eu ia pular, porque estava tomada. É como se você não enxergasse um palmo à frente. Você desiste de tudo. Não vê possibilidade, perspectiva de nada. Achava que tinha sido derrotada...", afirmou a cantora, que foi salva pela mãe, Dulce de Souza.

"Abracei a minha mãe. Aquele momento, eu jamais vou esquecer. Foi a minha mãe que me salvou", detalhou a artista. Fernandes disse que a mãe afirmou, naquele momento, que pularia da janela junto se a filha fizesse isso.

A cantora relatou que começou a sentir o problema há anos. "Dor de cabeça, taquicardia. Achei que estava com problema cardíaco: Meu Deus Tenho que ir ao médico... Passava o dia inteiro tremendo no sofá. Tinha dia que eu tinha crise de taquicardia que parava no hospital com não sei quantos batimentos por segundo. Achava que ia morrer. E uma falta de ar absurda", contou a artista a Varella.
A cantora afirmou, ainda, que no ápice de sua depressão ela perdeu bastante cabelo e emagreceu 7 kg em um curto espaço de tempo.