Desde 1984
Geral
12 de julho de 2019
Em produção independente, cantores lançam clipe de “Canário Canta”
Marcos Medeiros
A cantora e compositora Duca Furtado e o seu parceiro na vida e na canção, o também músico Dan Soares, lançam no próximo domingo (14), o clipe de Canário Canta, produção independente e que revela as belezas do samba de raiz. As imagens foram captadas no povoado itabirano de Serra dos Alves, no distrito de Senhora do Carmo e também no Morro Redondo, em Ipoema. O clipe de Canário Canta foi gravado pela Tesoraria Produções (coletivo feminino de áudio visual de BH) e será lançado no youtube e disponibilizado em todas as plataformas digitais (Spotify, Deezer, YoutubeMusic, ITunes, etc).
A canção de autoria de Dan, Duca e do compositor e músico Zé Martins, foi composta quando o casal resolveu se mudar para Minas Gerais, depois de 10 anos morando no Rio de Janeiro. Ela fala sobre o amor por Minas Gerais, seu povo, matas e rios e trata também da alegria de voltar para casa.
O single conta com a participação dos músicos Aloízio Horta (baixo), Juninho Ibituruna (percussão geral) e o Grupo Triar (vozes), Pedro Gomes (viola).
O arranjo vocal é de criação de Zeca Rodrigues, arranjador e regente do grupo carioca Bebossa, que gravou com grandes nomes da música, entre esses, Roberto Menescal.
Antes do lançamento, haverá pré-estreia em Itabira, hoje (12), a partir de 19h, pelo Projeto Jardim Sonoro, do Coletivo Altamente, em uma casa da rua Mestre Emílio, bairro Pará, que tem servido de palco para shows especiais. Amanhã (13), a pré-estreia será às 16h no projeto “Dan e Duca em Roda de Samba”, com exibição do clipe no Pesque Pague João da Mata.

Perfil

Juntos há quase uma década, Dan e Duca se conheceram no Rio de Janeiro. Há dois anos, retornaram a João Monlevade, cidade onde Duca, que é natural de Belo Horizonte, foi criada. Ela é filha da professora e ex-vereadora, Dulcineia Lírio Caldeira e Dan é carioca. A dupla pesquisa e canta músicas do cancioneiro popular brasileiro, principalmente, o samba de raiz.
Em João Monlevade, criaram e produziram o Samba na Sola, projeto reuniu artistas locais e da região em apresentações em espaços públicos, desenvolvido ao longo de 2018 e 2019.