Desde 1984
Policia
5 de julho de 2019
Assaltos tiram sossego de moradores no Sion
Reprodução
Tenente Rodrigues vai comandar a reunião com os moradores
Até igrejas foram roubadas e PM implanta rede de vizinhos protegida

A líder comunitária e ex-vereadora Filinha (PT) usou a Tribuna Popular da Câmara Municipal na última quarta-feira (3) para denunciar os constantes assaltos sofridos pela comunidade do Sion. Segundo ela, a creche comunitária do bairro já foi alvo por duas vezes dos criminosos, que roubaram todas as panelas do projeto Arte e Vida.

Depois, os marginais roubaram também a igreja Menino Jesus, por duas vezes, e a Igreja Batista do bairro, bem como uma floricultura instalada na avenida Alberto Lima. O assalto mais recente aconteceu a um guichê da Gontijo, no Terminal Rodoviário, segundo a líder comunitária.

De acordo com o Boletim de Ocorrências, foram furtados R$429,00 no momento que uma funcionária saiu para ir ao banheiro. Quando retornou, a porta do guichê encontrava-se arrombada e a gaveta aberta. Através das filmagens foi observado um indivíduo entrando e saindo do local por um corredor que dá acesso atrás dos guichês. A polícia descobriu que o suspeito havia adquirido uma passagem para Belo Horizonte. Ele foi abordado e, segundo a polícia, negou o crime. Com ele, foram encontrados R$310,00. Ontem (4), militares realizaram operação no bairro, com abordagens diversas.

Rede de vizinhos
A insegurança no Sion será tema de uma reunião entre a Polícia Militar e moradores do bairro, que acontecerá na próxima terça-feira (9), às 19h30, na sede da 17ª Companhia Independente, no bairro Belmonte. O objetivo, segundo a corporação, é implantar uma rede de vizinhos protegida no bairro, para minimizar os crimes na região do Sion. O comando da reunião ficará a cargo do Tenente Rodrigues. Todos os moradores são convidados.