Geral
24 de maio de 2019

“Empresários do Distrito Industrial são heróis”, diz assessor de governo

Arquivo JAN
Entrada do Distrito Industrial que há anos não recebe melhorias

Após quase 30 anos, a situação do Distrito Industrial de João Monlevade permanece calamitosa. Segundo o assessor de Governo da Prefeitura, Eduardo Bastos, apenas cinco empresas estão instaladas no local atualmente. Outras seis estão com a instalação aprovada desde uma licitação de 2011. Porém, as más condições e falta de estrutura do local impedem a transferência.
A área do Distrito Industrial não dispõe de energia elétrica suficiente e não há calçamento nem rede de esgoto, o que levou as empresas a construírem fossas para acomodar os detritos. Nos últimos anos, apenas foi construída a ligação de água para a área. “Os cinco empresários que estão no Distrito Industrial são heróis por atuarem naquelas condições”, disse Eduardo Bastos.
Segundo ele, os empresários pedem a construção de uma portaria, já que vândalos invadem o local e jogam lixo. As más condições do Distrito Industrial já foram registradas pelo A Notícia em novembro de 2016, quando apenas 8,5% da área planejada eram utilizados e não havia transporte público e telefonia. A situação permanece do mesmo jeito, mesmo três anos depois. A área do Distrito Industrial, de 400 mil metros quadrados, foi doada pela ArcelorMittal em meados dos anos de 1990 num trecho chamado de Sítio Largo, entre João Monlevade e Rio Piracicaba, a 1 km do entroncamento entre a BR-381 e a BR-262 e a 800 metros da Estrada de Ferro Vitória a Minas.