Geral
16 de maio de 2019

Talude cede e Gongo Soco pode se romper em nove dias

Divulgação
Talude pode se romper e comprometer barragem Sul Superior

A barragem Sul Superior da mina Gongo Soco, em Barão de Cocais, corre risco de se romper até o dia 25. Segundo o tenente-coronel Flávio Godinho, coordenador-adjunto da Defesa Civil, o talude do complexo minerário está cedendo cerca de quatro centímetros por dia. Abaixo do talude, existe uma cava que comportaria os rejeitos. Isso, no entanto, pode sobrecarregar a barragem Sul Superior, levando, numa situação extrema, ao rompimento desta e ao despejamento de 4,8 milhões de metros cúbicos de rejeitos no ambiente.
O Ministério Público recomendou à Vale que tome uma série de medidas para minimizar os danos, como a difusão de “informações claras, completas e verídicas” sobre situação da barragem Sul Superior. O MP ainda sugeriu que a Vale providencie atendimento médico, psicológico e logístico às cidades de Barão de Cocais, Santa Bárbara e São Gonçalo do Rio Abaixo, além do fornecimento de alimentos, água, remédios e transporte e a criação de postos de atendimento e emergências na região central dessas cidades.
Desde o dia 22 de março, a estrutura permanece no nível 3 de risco, o mais alto, e uma vibração ou abalo sísmico pode levar ao rompimento. Em 8 de fevereiro, os moradores de quatro bairros de Barão de Cocais foram desalojados pelo acionamento do Plano de Ação de Emergência de Barragem de Mineração (PAEBM). A mina do Gongo Soco é monitorada 24 horas por dia pela Vale.

Trens

A partir desta quinta-feira (16), o embarque dos trens da Estrada de Ferro Vitória a Minas será alterado por tempo indeterminado. Segundo a Vale, os passageiros que saírem de Belo Horizonte tomarão um ônibus até a Estação Dois Irmãos, entre Santa Bárbara e Barão de Cocais, quando serão embarcados no trem, que prosseguirá até a Grande Vitória. No sentido oposto, os trens vão encerrar a viagem na Estação Dois Irmãos, e os passageiros que quiserem prosseguir para Belo Horizonte serão embarcados em um ônibus até a capital. Os passageiros que preferirem podem obter o reembolso das passagens já compradas em qualquer estação da ferrovia. (Com informações do Estado de Minas).