Brasil e Mundo
8 de maio de 2019

Suzane von Richthofen deixa a prisão para

Reprodução
Estudante volta a ter o direito de passar feriados fora do presídio de Tremembé.

SBT - Suzane von Richthofen deixou a penitenciária feminina Santa Maria Eufrásia Pelletier, em Tremembé, São Paulo, para a saída do Dia das Mães nesta quarta-feira (8). Ela ficará sete dias fora da prisão.

Suzane foi condenada a 39 anos de prisão pelo assassinato dos pais, Manfred e Marísia von Richthofen, em 2002, que morreram com golpes de barra de ferro desferidos na cabeça pelo namorado de Suzane, Daniel Cravinhos, e pelo irmão dele, Christian. O motivo do crime foi a rejeição dos pais de Suzane a Daniel, conhecido pelos problemas com drogas.

Além dela, Anna Carolina Jatobá, madrasta condenada no caso Isabella Nardoni, deixou o local nesta manhã.

Essa é a primeira vez que Suzane deixa a prisão neste ano. No ano passado, ela havia perdido o direito de "saidinhas" após ser pega participando de uma festa de casamento em Taubaté, na saída de Natal.

Em abril, entretanto, a 5ª Câmara de Direito Criminal do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) julgou o habeas corpus da defesa e cancelou a punição.