Geral
15 de março de 2019

Aluguel do Recreativo pela Prefeitura gera indignação em moradores do Vila Tanque

Arquivo JAN
Aluguel do Clube Recreativo pela Prefeitura

Moradores do bairro Vila Tanque se mobilizam pelas redes sociais e pessoalmente para impedir que a Prefeitura de João Monlevade alugue o Clube Recreativo e transforme o local em mais um núcleo da Fundação Municipal Crê-Ser, como foi anunciado pelo Executivo na última quinta-feira (14) e publicado pelo jornal A Notícia na edição desta sexta-feira (15).
Vários moradores do bairro se disseram indignados, pois, segundo eles, há questionamentos sobre o pagamento do aluguel e sobre a destinação do clube, que pode não ser mais utilizado pela comunidade local. De acordo com o morador Giovani Nascimento, o clube não pode ser alugado, pois ele é da comunidade do bairro Vila Tanque. Além disso, ele questiona a quem será pago o aluguel do local, já que o clube está abandonado há décadas. "Vai pagar aluguel para quem? Quem vai embolsar esse dinheiro? Queremos o clube igual era antigamente, com os brinquedos para as crianças e o campo gramado funcionando, para voltar os campeonatos da Vila. Queremos o nosso Recreativo de volta, do jeito que era, não assim. E o estranho é que quando fui a uma reunião na Prefeitura para tratar do assunto, o vice-prefeito afirmou que nada poderia ser feito, pois o clube não era da Prefeitura. Estão querendo tomar o Recreativo da comunidade", desabafa Giovani.
Quanto ao pagamento do aluguel, Giovani e os moradores questionam se a Sociedade dos Amigos do Bairro Vila Tanque (Savita) possui atuação efetiva em prol do clube, já que o local está abandonado há muitos anos. "Não sabemos quem preside e quem são os outros membros dessa sociedade e nem onde é sua sede. Agora, com esse pagamento, vão aparecer presidente, diretor, tesoureiro, secretária e tudo mais. Além disso, se o clube está abandonado e em situação precária, é por causa dessa sociedade. Temos que ficar de olho", afirma Giovani
Questionada sobre o assunto, a Prefeitura, através de sua Assessoria de Comunicação, informou que o pagamento do aluguel será feito à Savita e que o valor ainda não havia sido definido.