Geral
15 de março de 2019

DAE vai ressarcir Prefeitura valores de contas do Cresb cobradas por média

Arquivo JAN
Diretor do DAE, Cleres Souza

O Departamento de Águas e Esgotos de João Monlevade (DAE) vai devolver à Prefeitura, em forma de crédito, os valores de cinco contas cobradas por média do Centro de Referência em Saúde Bucal (Cresb). A informação é do diretor do DAE, Cleres Roberto de Souza. Nesta semana, ele reuniu-se com a procuradora Jurídica da Prefeitura, Racíbia Moura, para acertar os detalhes.
Desde que o Cresb foi fechado para reformas em agosto do ano passado, foram cobradas cinco contas de água pelo DAE. Os valores chegam a R$1.500,00. O caso foi denunciado pelos vereadores Belmar Diniz (PT) e Geraldo Tonhão (PPS). O assusto também ganhou repercussão na imprensa.
Em sua justificativa, Cleres explicou que os valores foram calculados conforme média das três últimas contas. Isso, porque segundo ele, não foi possível encontrar os portões abertos para fazer a leitura nos hidrômetros. As contas dos meses de setembro a janeiro foram cobradas por média de 43 m³ no consumo. “O DAE segue procedimento normal. Quando encontramos portões fechados ou não é possível fazer a leitura, o valor cobrado é estimado, baseado em últimas contas. Nas cinco vezes que os leituristas foram lá, encontraram portões fechados”, justificou. Isso comprova a morosidade nas obras de reforma do Cresb que tem poucos funcionários e, até o momento, recebeu poucas melhorias internas.
De acordo com o DAE, os valores pagos serão creditados ao município. “Assim que realizada a medição real, o valor da tarifa é naturalmente corrigido para mais ou para menos, conforme o caso. Verificado o cálculo das diferenças a cobrar ou a devolver, o DAE devolverá para o usuário em crédito na(s) próxima(s) fatura(s). Esse é o procedimento normatizado através do Regulamento do DAE”, diz nota da autarquia.