Geral
4 de fevereiro de 2019

Monlevadense será sepultada às 18

Reprodução


O corpo da molevadense Gisele Moreira da Cunha, encontrada em Brumadinho neste fim de semana, será sepultado às 18h desta segunda-feira (4), no cemitério do Baú. Ela era moradora do bairro Cruzeiro Celeste e trabalhava na empresa Alfa Engenharia, prestadora de serviços para a Vale.
O Sindicato dos Metalúrgicos (Sindimon-Metal) divulgou nota de pesar pelo falecimento da dela. “O Sindicato dos Metalúrgicos de João Monlevade (Sindmon-Metal) manifesta o mais profundo pesar pelo falecimento de Gisele Moreira da Cunha, uma das vítimas do rompimento de barragem da Vale em Brumadinho (Grande BH) no dia 25 do mês passado. Ela era Ela era irmã da artista plástica e professora de artes Deisiele Moreira da Cunha, que, em 2009, foi uma das idealizadoras e coordenadoras do projeto “Nós na Foto”, do Sindmon-Metal, realizado em comunidade popular da periferia de Monlevade. Nossas condolências aos familiares”, diz o texto da entidade.