Geral
11 de janeiro de 2019

Hospital Margarida fez mais de 100 mil atendimentos em 2018

Arquivo JAN
Direção do Hospital Margarida ressaltou a importância dos números de procedimentos em 2018

Casa de saúde tem mais de R$14 milhões a receber do governo estadual

A Associação São Vicente de Paulo (ASVP), mantenedora do Hospital Margarida, apresentou um balanço dos seus atendimentos ao longo de 2018. Segundo a entidade, foram realizados cerca de 104 mil atendimentos no ano passado pelo Sistema Único de Saúde (SUS). De acordo com nota enviada à imprensa, foram 1.049 partos, 24.597 processos de hemodiálise, 2.626 cirurgias, 70.770 consultas e 5.016 internações.
O número de atendimentos, segundo a casa de saúde, reforça o compromisso e a responsabilidade social do Hospital em atender a população. “Sempre pautado pela transparência, qualidade e ética, o Hospital Margarida é um patrimônio de João Monlevade e região porque promove a saúde e busca a excelência em tudo o que faz”, destaca o provedor da casa de saúde, José Roberto Fernandes.

Dívidas

Em contrapartida aos serviços apresentados à população, de acordo com o Hospital, o governo de Minas Gerais deixou de repassar R$14 milhões nos últimos anos. “Se recebêssemos tudo, pagaríamos parte do que devemos. Isso demonstraria que a dívida do hospital não cresceu nos últimos três anos e que melhoramos o atendimento sem onerar a casa de saúde. Quando o governo não cumpre as suas obrigações, isso resulta em deficiência nas gestões e, consequentemente, afeta a população. Mesmo assim, os cidadãos nunca ajudaram o hospital como vêm ajudando em nossa gestão. O estado e a União é que têm deixado a desejar”, afirma o provedor José Roberto. O provedor ainda reforça a importância de que o novo governador abra uma agenda para a negociação das dívidas, na tentativa de solucionar o problema e impedir qualquer prejuízo à população, que depende do atendimento do hospital.