Geral
11 de janeiro de 2019

Professor de Monlevade expõe fotos em Portugal

Divulgação
Savio Figueira Corrêa é professor de física da Ufop e também fotógrafo

O professor de física da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop), campus João Monlevade, Savio Figueira Corrêa, realizará uma exposição de fotos, a partir de amanhã (12), no Exploratório - Centro de Ciência e Vida, na cidade de Coimbra, em Portugal. “Será uma exposição fotográfica em Portugal com fotos da fauna e flora da mata Atlântica que tirei, em maioria, na minha casa em João Monlevade”, contou Savio.
Natural do estado do Rio de Janeiro, Savio é fotógrafo amador, que se apaixonou pela fotografia em 2007, quando foi estudar em Roma, onde comprou a primeira câmera fotográfica. “O que mais me motivou a tirar fotos foi o nascimento dos meus filhos, pois eu sempre quis registrar todos os momentos deles. Perdi todas as fotos da minha infância, e não queria que isso acontecesse com os meus filhos”, disse.
Em 2015, Savio começou a estudar fotografia e essa será a sua primeira exposição. “Entrei em contato com o Exploratório Centro de Ciência e Vida, em Portugal, e apresentei uma proposta. O espaço é dedicado à ciência e as artes, aberto ao público, com exposições e mostras científicas. Juntei o meu lado amador como fotógrafo e minha formação na área de ciências naturais”, contou.
Em 2017, ele conheceu a equipe do Exploratório, e no ano seguinte deu início a apresentação da proposta da exposição. “O tema da exposição é ‘A Mata Atlântica vai até a minha casa: fauna e flora’, com fotos que tirei do quintal da minha casa, no bairro Vila Tanque, que fica próximo à reserva ambiental da ArcelorMittal. Fotografei animais como mico sagui, quati e diversas aves, como saracura. Serão expostas 20 fotos”, afirmou.
Segundo Savio, o objetivo da exposição é divulgar o nome do município na Europa, e alertar as pessoas quanto a preservação do meio ambiente. “O que restou da Mata Atlântica hoje é apenas 12%, e é um privilégio poder conviver com esses animais silvestres na nossa cidade. Quero mostrar o que temos de belo em Monlevade, através das fotos”, completou. A exposição é aberta ao público e terá duração de 3 meses. Mais informações pelo site www.exploratorio.pt.