Desde 1984
Policia
11 de janeiro de 2019
Foragido do Presídio de Monlevade é preso após arrombar caixa eletrônico em Santa Maria de Itabira
Arquivo JAN
Um detento do Presídio de João Monlevade que estava foragido foi preso na última terça-feira (8) pela Polícia Militar na cidade de Ipatinga.
A polícia chegou ao foragido após receber informações sobre um arrombamento a um caixa eletrônico de um banco na cidade de Santa Maria de Itabira, ocorrido na madrugada de terça-feira, no qual os criminosos teriam fugido e deixado para trás um veículo Fiat Uno de cor branca, que estaria sendo utilizado por condutores de Ipatinga.
Sendo assim, os militares iniciaram as buscas e chegaram ao proprietário do carro e a outros dois indivíduos que haviam adquirido o veículo há cerca de três meses, sendo que um deles é foragido do Presídio de João Monlevade.
O detento foragido foi identificado como Leonardo Augusto, de 31 anos, e cumpria pena pelo crime de latrocínio (roubo seguido de morte) e estava no bairro Bom Jardim. Ele recebeu voz de prisão em flagrante.
Um outro autor negou a participação no crime e não quis mostrar as conversas contidas em seu aparelho celular, que teriam relação com o crime de arrombamento de caixa eletrônico ocorrido em Santa Maria de Itabira. Ele também foi preso. Outro participante do crime foi identificado, porém, continua foragido.

Apreensão de armas e explosivos

Em outra ação, militares da Polícia Rodoviária Estadual conseguiram localizar vários explosivos que possivelmente seriam utilizados durante o roubo ao banco em Santa Maria de Itabira. A ação foi realizada na tarde de terça-feira e os explosivos foram encontrados em um sítio próximo ao município. A apreensão ocorreu após a prisão dos indivíduos envolvidos na explosão dos caixas eletrônicos.
Na ocasião, os policiais apreenderam duas pistolas semiautomáticas, um revólver, dinamites, que estavam dentro de uma mochila escondida debaixo de uma caixa d’água, coletes à prova de bala e duas marretas. O Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar de Belo Horizonte foi acionado para detonar as dinamites apreendidas.